Você já ouviu falar a metodologia AIDA?

Issa Berchin

Issa Berchin

Gestor e palestrante na área de Gestão, Inovação e Sustentabilidade. Premiado três vezes em simpósios internacionais na Malásia, Itália e Portugal.

Com o passar do tempo fica cada vez mais claro o quão importante o marketing é para o mercado, por isso muitos negócios já utilizam e estudam novas metodologias para criar tendências mais eficazes.

O que é?

AIDA é uma metodologia do marketing que possui quatro fases: Atenção, Interesse, Desejo e Ação. O modelo mostra como tratar e direcionar o prospect em uma compra, ela faz isso basicamente incentivando que o potencial cliente conheça o produto, deseje-o e depois o compre. Assim, é possível melhorar a qualidade dos leads e otimizar o custo de aquisição de clientes.

Mas afinal, por que AIDA? Esse nome consiste em um acrônimo que explica como direcionar os clientes no momento da compra, seguindo um padrão hierárquico, desse modo os compradores devem passar por cada parte do processo, porém a cada etapa, cada vez menos potenciais consumidores ficam, até sobrarem somente os que realmente irão comprar ou consumir, por isso a AIDA é representada graficamente por um funil que pode ser encarado também como um filtro, capturando vários potenciais clientes na primeira etapa e deixando menos leads para o final do funil, porém com maior potencial de conversão em clientes.

AIDA:

Atenção: Tornar sua marca mais conhecida para atrair a atenção de mais pessoas, essas que podem ter interesse no seu produto/serviço ou podem recomendá-lo para outra pessoa próxima que tenha esse interesse. Esse é o passo inicial.

Interesse: Depois de chamar a atenção do potencial cliente você começa a “filtrar” o processo, nessa etapa você incentiva os possíveis clientes a conhecerem seus produtos/serviços mais de perto, dessa maneira você ganha além da atenção do cliente, seu interesse pelos serviços e não somente pela marca.

Desejo: Criar uma necessidade para o possível cliente de ter o produto que você comercializa é imprescindível, para isso é importante criar uma conexão emocional com ele, tornando seus produtos cada vez mais “necessários” e esta é a hora de vender.

Ação: Depois de passar por cada etapa e conquistar o interesse do potencial cliente que agora está muito próximo de consumir o seu produto/serviço, será necessário convencê-los a agir e comprar, uma dica é tornar o processo de compra bastante direto e sem distrações a partir do momento que o cliente tomou a decisão de qual produto ou serviço irá consumir, desse modo será possível evitar grande parte das desistências, afinal, não há forma melhor do cliente conferir um produto do que o comprar.

Mas não esqueça, é fundamental garantir a qualidade da experiência do cliente. Afinal, é mais interessante manter clientes fiéis do que investir novos esforços para captar novos clientes, sem retê-los.

Como implementar essa metodologia?

Na primeira etapa, a ATENÇÃO significa o seu conteúdo conseguir atrair a atenção dos seus clientes e os envolver de forma profunda, seu público-alvo começará a ficar curioso e instigado sobre qual é o seu negócio. Nesta fase, o consumidor está perguntando: “O que é isso?”. Para chegar a esse estágio, você deve primeiro colocar seu conteúdo a disposição e em destaque. Nesta etapa será necessário realizar algumas perguntas:

·     Sua página ou comércio transmite confiança aos visitantes?

·     Consegue despertar o interesse dos visitantes nos produtos ou serviços em até 5 segundos?

·     Você utiliza de imagens para atrair a atenção?

Se você está certo de que seu comércio segue esses passos, está na hora de seguir para a segunda etapa, o INTERESSE. Nesta etapa, se seu público-alvo estiver interessado em seu produto ou serviço, ele desejará saber mais sobre sua marca, os benefícios da solução que você coloca à disposição e seu potencial de encaixar como uma solução para seu público-alvo. Nesta fase, o objetivo é fazer seu cliente pensar: “Gosto”.

Para chegar a esse estágio, seu conteúdo deve ser persuasivo e envolvente. Enquanto o primeiro estágio está capturando a sua atenção, o INTERESSE se refere a manter seu cliente atento ao seu negócio, focando em criar uma conexão emocional com eles. Uma dica é tratar o cliente com pessoalidade no momento do atendimento, fornecendo todo o apoio quando necessário da maneira mais rápida, clara e respeitosa possível.

·     A sua página é user friendly?

·     As informações são encontradas de maneira rápida e eficaz?

·     Você transmite as informações de forma clara e entendível?

·     Você dá ao seu visitante um motivo para frequentar e permanecer em seu comércio ou página?

Já na etapa do DESEJO, as pessoas irão fazer negócios com as marcas que conhecem, gostam e confiam. Os dois primeiros estágios do modelo AIDA estabelecem o conhecer e desenvolver interesse. O objetivo desta etapa é mudar do “eu gosto” para “eu quero”. E isso é feito encaixando a peça final desse quebra-cabeça: Confiança. Para fazer isso, continue servindo conteúdo de qualidade, com informações institucionais e sobre seus produtos e serviços. Certifique-se de que eles estão acessando, lendo, ouvindo ou assistindo seus conteúdos, estimule que eles sigam você nas mídias sociais e faça anúncios bem-produzidos dos seus produtos. Quanto mais clientes em potencial interagirem com sua marca, mais eles confiarão em você, aumentando as chances de consumirem seu produto ou serviço.As perguntas para essa etapa são:

·        Você consegue manter o interesse dos visitantes em seu comércio ou página?

·        Consegue convencer os visitantes a indicar seu negócio para amigos e parentes?

·        Consegue informar para os clientes os benefícios de consumir os produtos ou serviços que você está oferecendo?

Por fim temos a AÇÃO, nessa parte o seu objetivo é fazer com que o cliente decida consumir aquilo que você está oferecendo. Lembre-se que criar distrações ou empecilhos após o cliente decidir comprar pode fazer com que ele desista da compra, por isso torne o ato de consumir simples e direto. As perguntas para essa etapa são:

·     A ação principal esperada do cliente está clara na página de vendas?

·     É óbvio, lógico e desejável que cada usuário execute a ação de compra?

·     Os processos de compra estão bem definidos para o cliente?

Para seguir o modelo AIDA não é necessário que siga o modelo de funil. A metodologia AIDA é linear e pode ser graficamente representada da forma que faça mais sentido para você, deve ser um método para facilitar sua vida nos negócios e não a tornar confusa. 

Subscribe to our Newsletter

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Compartilhe este artigo com seus amigos

Deixe um comentário